janeiro 23, 2006

Tertúlia de utilidade pública

A Tertúlia Tauromáquica Terceirense foi reconhecida como entidade de Utilidade Pública pelo Governo Regional dos Açores.
Por despacho de S.Ex.a. o Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, de 3 de Janeiro de 2006 a Tertúlia Tauromáquica Terceirense – Tomé Bello de Castro, com cerca de 1250 sócios, passa a usufruir do estatuto de Utilidade Pública, estatuto este que segundo o presidente da colectividade angrense, Arlindo Teles , em declarações ao jornal diário "AUnião", "... foi o reconhecimento por parte do Governo Regional do peso da importância da tauromaquia na Região.". O despacho n.º 4/2006 salienta que a Tertúlia "tem tido em vista a promoção do interesse publico, através da valorização do serviço prestado, à comunidade:" o mesmo despacho refere ainda que a T.T.T. "ao longo da sua existência tem realizado uma proeminente acção para o desenvolvimento da tauromaquia, através da organização de festas, diversos festivais, colóquios, palestras, participações frequentes nos meios de comunicação social, bem como várias actividades relacionadas com a festa brava, dando o nome da Terceira, e da Região Autónoma dos Açores, a conhecer internacionalmente;".
Fica assim reconhecido o trabalho da T.T.T. em prol da tauromaquia insular. Aos sócios, simpatizantes e respectiva direcção, aqui fica os nossos sinceros Parabéns.
A consultar

http://www.auniao.com/ler.php?id=3243

Despacho n.º 4/2006 de 3 de Janeiro de 2006

http://www.azores.gov.pt/NR/rdonlyres/E073F305-BE73-4966-A8B8-21800A59516C/89175/DespachoN42006.doc

0 comentários: