fevereiro 03, 2006

Rui Lopes adquire nova montada

O cavaleiro amador Rui Lopes, filho de um dos proprietários da Coudelaria Centro Equestre o Ilhéu, mais concretamente filho do Professor António Lopes, adquiriu recentemente um cavalo de nome Quarteio, ao cavaleiro de alternativa e seu “professor” Gilberto Filipe. O cavalo de ferro Ferraz da Costa, é filho do célebre Opus 72, e é frequentemente usado na ferragem curta. O jovem cavaleiro têm ainda a sua quadra composta pelo: o Açúcar, um cavalo bastante conhecido, que outrora foi do cavaleiro João Moura; o Balcão um cavalo de ferro João Moura e que esteve muitos anos na quadra do cavaleiro da Torrinha António Telles; o Formal um puro sangue árabe com o ferro da Coudelaria Nacional, que em tempos foi do cavaleiro Vasco Taborda Jr; a Papa-Léguas, uma égua Anglo-árabe que andou ás ordens dos cavaleiros Luís Rouxinol e João Moura; o Prefácio, um puro sangue árabe que esteve na quadra do cavaleiro João Paulo; o Poker Al Oásis um árabe preto que deu os primeiros passos com o jovem cavaleiro Rui Lopes. O jovem cavaleiro têm neste momento em fase de preparação, no continente, dois poldros de pelagem Isabel, de seus nomes Violino, um Puro Sangue Lusitano de Ferro José Henrique Herds. e o Universo um cruzado com o ferro de Diego Ventura.
Está assim composta e bem a quadra do promissor cavaleiro amador terceirense, que este ano tirará a sua Prova de Cavaleiro Praticante.

0 comentários: