fevereiro 22, 2007

Tourada dos Estudantes

Realizou-se terça-feira passada na Praça de Toiros da Ilha Terceira a famosa Tourada dos Estudantes, que estave inicialmente agendada para o domingo gordo e que derivado ao mau tempo que se fez sentir foi adiada para a terça-feira de Entrudo.
Este ano o mau tempo teimou em estragar a festa aos estudantes da Escola Padre Jerónimo Emiliano de Andrade, uma vez que na terça-feira São Pedro também não fechou as torneiras.
O dia amanheceu ventoso anunciando chuva e esta acabou por aparecer no decorrer da tourada, tirando todo o brilhantismo à garraiada dos estudantes.
Muito público ocorreu à principal artéria da cidade Património Mundial para assistir ao tradicional Cortejo Espalhafatoso, que antecede a tourada, aí podemos assistir à irreverência dos estudantes com os seus quadros de crítica social, sendo a crítica mordaz e sarcástica como é habitual, à mistura com o tradicional arranhão (bebida oficial da Tourada dos Estudantes). Pelo cortejo passaram temas que foram desde a Floribela ao combate político entre João Jardim e Carlos César, finalizado com os forcados Infantis da Tertúlia Tauromáquica Terceirense (T.T.T.) e pelos cavaleiros Rui Lopes e João Pamplona.
Acabando o desfile o rumo leva-nos à Praça de Toiros, compra-se um bilhete e procura-se na bancada um lugar abrigado, pois em dias como este convêm que seja o mais possível.
Ao toque do cornetim sai o primeiro da tarde que coube em sorte ao cavaleiro praticante Rui Lopes, o novilho saiu atípico, manso a que o cavaleiro da Ribeirinha soube dar a lide possível. Na pega estiveram os Juvenis da T.T.T. que concretizaram a pega ao terceiro intento.
Ao cavaleiro da Quinta do Malhinha coube em sorte o quarto da tarde, um novilho com outra apresentação e que não sendo bravo cumpriu, deixando o jovem João Pamplona desenhar uma lide asseada com bom pormenores de brega e alguns ferros curtos de mérito. Pegaram dois forcados do grupo juvenil da T.T.T. ambos à primeira tentativa.
As restantes reses foram lidadas pelos 48 cómicos da tourada que trouxeram a alegria às despidas bancadas da nossa Praça, com corridas e tropeções e algumas marradas. No fim de cada lide os novilhos foram pegados pelos infantis e juvenis da T.T.T. capitaneados por Marco Sousa e Jorge Ortins. Por impossibilidade nossa pedimos desculpa por não anunciarmos os nomes dos forcados da cara, a eles e ao grupo as nossas sinceras desculpas.
E foi assim mais uma Tourada dos Estudantes.


Duarte Bettencourt


0 comentários: