julho 27, 2007

Comunicado do empresário João Duarte

O Terceira Taurina recebeu do empresário João Duarte um comunicado sobre a substituição dos toiros de David Ribeiro Telles pelos da ganadaria de Herdeiros de Ezequiel Rodrigues na Corrida do Emigrante. Deixamos aqui na integra o texto do empresário da Corrida do Emigrante.
"Eu João Duarte empresário e único responsavel pela corrida do emigrante,realizada dia 21 em Angra, vem expõr o que se passou no dia da corrida e que considero de alguma gravidade:

1- Dia 20 , conforme combinado préviamente, os artistas intervenientes na corrida deslocaram-se ao campo, acompanhados do director da corrida e do veterinário para reconhecimento e lotear os touros.Acto que foi feito perante os responsáveis da respectiva corrida (director e veterinário).

2- Dia 21 pelas 10 e 30, fui surpreendido pela recusa dos respectivos responsáveis, de 2 touros de ferro Ribeiro Telles por alegada falta de peso (alegada porque me foi perentoriamente negada a possibilidade de estar a ver a pesagem dos touros sem que o regulamento diga que o empresário ou ganadero não possam assistir.)

3- Os touros recusados foram enviados para o campo pelos responsáveis (Veterinário e director )contra a minha vontade.

4- Estes touros foram substituidos por 2 da ganaderia ER ( contra vontade do empresário e toureiros ) dado que estes tinham claramente menos trapio do que os recusados.

5- a) Foi sugerido que os touros recusados fossem pesadps noutra balança o que foi recusado.
b) Foi pedido por um artista interveniente para ser pesado para verificar a balança,o que, uma vez mais, foi prontamente recusado.

6- às 9 horas já uma cabeça de cartaz, tinha sido avisado de que não haveria corrida porque seriam recusados 2 ou 3 touros.(é muito grave porque os touros só seriam pesados pelas 10 horas e ainda não estavam na praça)

7- A empresa (João Duarte) resolveu mandar buscar os touros ao campo para oferecer a lide de um deles aos milhares de espectadores que estavam na praça para eles mesmo verem a diferença entre os touros recusados e os admitidos.

8- Foi pedido pela empresa para que o Srº director e o Veterinário abandonassem o seu local na lide de um touro que segundo eles não tinha condições de lide e que era extra espectáculo. Os responsáveis surpreendentemente quiseram ficar. Afinal tinha ou não condições de lide.

Depois da análise destes factos aqui descritos a única conclusão que sou obrigado a fazer é da má fé existente com o objectivo do cancelanento da corrida.
Agora a comunicação social que faça as suas conclusões. "

0 comentários: