setembro 05, 2007

O dia da tolerância


por Rosa Silva (“Azoriana”)

Vou ao Terceira Taurina
Ver touradas de Setembro
E o meu olhar se afina
A umas que bem me lembro.

Noutro tempo era os Altares
Com toiros por estes dias,
Hoje não lhe vejo os ares
Mudei-me para outras vias.

Dia 10 com favorita
Desde o tempo de criança
Do “Pico” tudo se fita
Até onde a vista alcança.

A praça já muito antiga,
Que à Serreta atrai as gentes
Muito tem que se lhe diga
Se lá formos sorridentes.

A Filarmónica se apresta
Por entre o colorido vasto
A animar a melhor festa
Que ladeia o bravo pasto.

P’los olhos de aficionado
Que conheça a tradição
Sabe que aquele cerrado
Encantava a população.

A “canasta” era atracção
Que fazia o povo rir
O toiro dava o empurrão
Fazia o cesto cair.

O homem nada sofria
Por estar bem agarrado
E no fim quando saía
Parecia embriagado.

Ricos tempos, outras eras
Que gosto de recordar,
Hoje o feriado esperas
Será p’ra ir àquele lugar?!

Os amigos da alvorada
Correm cedo a freguesia
Depois tocam na tourada
Sempre com muita alegria.

Não sei que se vai passar
Na estreia das mordomas,
Se for como estou a pensar
Fazem falta tais redomas.

Haja muita animação,
E muito gosto na praça,
Pede-se uma gravação,
Para ver o que se passa.

0 comentários: