outubro 01, 2007

II Tenta Comentada - Doze Ribeiras


Realizou-se sábado passado, dia 29 de Setembro, a segunda tenta comentada incluída no II Ciclo de Tentas Comentadas organizadas pela Tertúlia Tauromáquica Terceirense.
O dia apresentou-se fresco e com o vento a soprar forte que em certa medida prejudicou o desenrolar das lides.
Os matadores Gomes Escorial e “Parrita” lidaram novilhas de Rego Botelho e da Casa Agrícola José Albino Fernandes, que em minha opinião não deram provas da sua mais valia, para poderem incorporar a vacada das suas ganadarias de origem.
Mais uma vez se notou uma certa descoordenação dos elementos envolvidos no desenrolar do espectáculo, faltando a meu ver um director de lide para organizar melhor toda a envolvência do espectáculo.
Relativamente aos comentários penso que estes deveriam ser mais didácticos e até por que não estes serem durante o desenrolar da lide, assim não só fomentava-se aficion e incutia-se disciplina e conhecimento nos aficionados e restante público presente, que penso que era o objectivo dstas realizações.
No que às lides diz respeito vimos um Gomes Escorial cheio arte, toreria e acima de tudo com conhecimento quanto baste, passeou mais uma vez pela arena da praceta de tentas o perfume da sua arte, a merecer uma oportunidade entre nós, já o seu alternante mostrou vontade e alguma verdura (?). De salientar, pela negativa, as más condições do piso da arena, demasiado pesado para este tipo de espectáculos.
Por ultimo uma pequena chamada de atenção, não deveria a organização proibir a presença de tascas, tão ao gosto do aficionado (?) terceirense, no decorrer de eventos como este? Parece que é impossível nesta ilha de Jesus Cristo haver toiros sem tasca! Penso que devia-mos reflectir sobre isso e tentar melhorar nesse sentido para o ano.


Duarte Bettencourt

0 comentários: