Feira de São João começa amanhã

A Feira de São João deste ano tem o seu inicio, amanhã dia 21 de Junho, com uma Corrida Concurso de Ganadarias...

Triunfo de Tiago Pamplona e Sérgio Aguilar no Festival de Beneficência

Há já algum tempo que não tinha o prazer de tomar notas numa corrida de toiros...

Comunicado - Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande - Feira de São João 2015

"O Grupo de Forcados de Amadores do Ramo Grande anuncia que não pegará no Concurso de Ganadarias da Feira de São João 2015 "

novembro 29, 2007

G.F.A. Ramo Grande em Moura


OO Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande esteve no passado sábado, 17 de Novembro, em Moura a convite do Real Grupo de Forcados Amadores de Moura, para participar numa Festa de Campo organizada pelo mesmo. A Festa de Campo realizou-se na Herdade da Galeana, propriedade da família ganadera Murteira Grave, que cedeu para o efeito um novilho e uma vaca para o treino dos forcados.
Os amadores do Ramo Grande pegaram o novilho por intermédio de Filipe Lemos e Nuno Pires.

Apassionata - Hommage na RTP 1


Os aficionados da equitação poderão assistir amanhã pelas 21 horas e 45 minutos na RTP 1 ao espectáculo Apassionata – Hommage que se apresentou pela primeira vez em Portugal no Campo Pequeno, em Abril deste ano.Dirigido por Lorca Massine, surpreende pelas extraordinárias coreografias com bailarinos, músicas originais, cantores líricos, acrobatas e efeitos de luzes especiais.Um espectáculo encantador, dinâmico e de alto nível, com história e tradição, colorido e cenários fantásticos.Apassionata exibe os majestosos cavalos Lusitanos, Andaluzes, Frísios, Árabes, Quarter Horses, póneis Shetland e da Islândia, numa produção esteticamente esplêndida, singular na sua componente técnica.
O espectáculo "Hommage", envolveu cerca de 200 pessoas, perto de 100 cavalos e passou por 60 cidades de 15 países.
Não perca amanhã na estação pública.

Semanários Taurinos

novembro 27, 2007

A sortes do toureio a cavalo – A sorte de gaiola


A sorte de gaiola ou à porta da gaiola como também se denomina esta sorte, executa-se com o cavaleiro posicionado em frente à porta dos curros esperando a saída do toiro sem o auxilio dos peões de brega.
Abre-se a porta dos sustos e por ela sai o toiro que após longas horas de escuridão, deslumbrado com tanta claridade investe no primeiro vulto que se apresenta pela frente. Aproveitando-se disso o cavaleiro coloca-lhe o primeiro ferro comprido.
Esta sorte depende da sorte, pois não é possível ao cavaleiro medir as distâncias nem tão pouco mandar no toiro, daí o cavaleiro ao executar esta sorte sair em sua defesa sendo bastas as vezes em que o ferro não é bem colocado nem sendo a reunião cingida.
Nos dias que correm poucos são os que executam tal sorte destacando-se o cavaleiro António Ribeiro Telles, seu exímio executante.

El Picador

"El Picador" de Bernardo Torrens. Uma pintura realista de acrílico sobre tela com as dimensões de 200 x 105 cm.

novembro 26, 2007

Cartoon

novembro 23, 2007

Touradas & Marradas 2007 - 2ª Parte

Apresentação do DVD das Touradas & Marradas 2007 - 2ª Parte da autoria de da autoria de Manuel Bettencourt .


NB de Novembro


A revista Novo Burladero de Novembro traz-nos na capa uma fotografia de Arjona de um bonito exemplar de raça brava e como títulos de capa temos este mês “Campo Pequeno – Balanço 2007”, “Entrevista: José Luís Zambujeira” e “Em época de Festivais….”.
No seu interior destaque para os artigos de Carlos Martins na rubrica “Da Barreira…”, “Manolo Cortés e o “Toreo Brujo” de José Henriques em “Episódios da História” e “A influência dos cavalos no ânimo dos cavaleiros” de Catarina Bexiga em “À Boca do Burladero”.
Mais um número da NB a não perder.

novembro 22, 2007

Manuel Jesus “El Cid” Triunfador 2007

Fotografia de Duarte Bettencourt

Manuel Jesus “El Cid” foi considerado pelos visitantes do TT como o máximo triunfador da temporada taurina açoriana de 2007.
O matador sevilhano toureou entre nós na corrida apeada da Feira de São João deste ano, compartindo cartel com os matadores de toiros José Luís Gonçalves e “El Gallo”, lidaram-se nesta tarde toiros de Rego Botelho.
“El Cid” nasceu a 10 de Março de 1974 na localidade de Salteras, província de Sevilha, numa família de ganaderos. A sua apresentação como novilheiro foi na praça de Guillena a 9 de Setembro de 1993, debutou com picadores no ano seguinte a 6 de Fevereiro em Salteras, tendo toureado reses de António Muñoz às quais cortou três orelhas e um rabo. A sua apresentação em Madrid foi a 19 de Março de 1995, tendo como companheiros de cartel os novilheiros Antonio Cutiño e Luis Sierra, lidando neste dia novilhos de La Guadamilla.“El Cid” tirou a alternativa a 23 de Abril de 2000 em Las Ventas, Madrid, sendo seu padrinho David Luguillano e como sua testemunha Finito de Córdoba.
Foi encontrado mais um triunfador do TT a juntar ao cavaleiro João Telles Jr.

Resultado final da Sondagem “Quem foi o triunfador da temporada taurina 2007 no toureio apeado?”

Fotografia de Duarte Bettencourt


O Blog Terceira Taurina iniciou, à cerca de dois meses, um ciclo de sondagens que visam eleger os triunfadores da temporada taurina açoriana de 2007. Na sua segunda sondagem realizada sob o titulo “Quem foi o triunfador da temporada taurina açoriana de 2007 no toureio apeado?” saiu vencedor o matador sevilhano Manuel Jesus “El Cid” com 45 votos seguido de perto pelo matador salmantino Lopez Chavez com 41 votos e pelo matador Ivan Garcia com11 votos. A sondagem esteve disponível durante trinta dias, tendo votado 121 visitantes que distribuíram os seus votos da seguinte forma:

“El Cid” - 45 votos



Lopez Chavez – 41 votos



Ivan Garcia – 11 votos



Luís Vital "Procuna" – 9 votos
José Luís Gonçalves – 5 votos
"El Gallo" – 4 votos
Vitor Mendes – 4 votos
Mathieu Jullion – 2 votos
André Rocha – 0
"El Capea" – 0
“El Fini” – 0
Nuno Manuel “Velazquez” – 0
Paco Velásquez – 0

Semanários Taurinos Olé e Farpas desta semana

novembro 21, 2007

Tourada & Marradas 2007 - 1ª Parte

Apresentação do DVD com as Touradas & Marradas 2007 - 1ª Parte, da autoria de Manuel Bettencourt .


novembro 08, 2007

As sortes do toureio a cavalo

A palavra sorte no Dicionário da Língua Portuguesa, no que à tauromaquia diz respeito, significa “manobra que o toureiro executa para farpear ou enganar o toiro”, a sorte é pois a acção executada pelo cavaleiro na tentativa de cravar a ferragem da ordem no toiro.
A sorte é constituída pelas seguintes fases: citar, aguentar, carregar a sorte, trazer o toiro toureado, consentir, reunir e cravar. A mesma deve ser rematada com o cavaleiro a envolver o toiro embebendo-o na garupa do seu cavalo.
O mando e o temple são fundamentais para a boa execução de qualquer sorte. Tourear é mandar, se o cavaleiro não mandar é porque anda ao sabor do toiro.
As sortes dividem-se conforme:
- o sítio da arena - sorte à gaiola, a sesgo, de largo, em curto e de poder a poder;
- se o toiro está em movimento ou parado – sorte recebendo, acometendo, a dois tempos, em terrenos cambiados e galeando;
- a posição do toiro dentro da arena – sorte por dentro, por fora, de dentro para fora, de fora para dentro, nos médios, nos tércios e em tábuas.
- a posição relativa do cavalo e do toiro – sorte de caras, à tira de frente e na perpendicular, à meia volta e à garupa.

Sabia que...

Os pastores têm de trajar obrigatoriamente com as seguintes peças de roupa; Chapéu de feltro de cor preta; Camisola de tecido de cor branca, com feitio correspondente a camisola de pastor; Calça de cor preta ou cinzenta; Sapato de lona ou sapatilha.

(Artigo 30º do Regulamento da Tourada à Corda, sobre os trajes tradicionais)

O toiro! O elemento fundamental da festa.

Uma fotografia de Duarte Bettencourt