Feira de São João começa amanhã

A Feira de São João deste ano tem o seu inicio, amanhã dia 21 de Junho, com uma Corrida Concurso de Ganadarias...

Triunfo de Tiago Pamplona e Sérgio Aguilar no Festival de Beneficência

Há já algum tempo que não tinha o prazer de tomar notas numa corrida de toiros...

Comunicado - Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande - Feira de São João 2015

"O Grupo de Forcados de Amadores do Ramo Grande anuncia que não pegará no Concurso de Ganadarias da Feira de São João 2015 "

maio 30, 2009

A polémica Sorte de Varas

Já me pernunciei várias vezes sobre a Sorte de Varas e tenho tentado manter-me ao largo desta polémica que envolve a tauromaquia terceirense, o que é certo é que estou a ficar cada vez mais saturado de ouvir denegrir o aficionado taurino, onde me incluo com orgulho, com hipocrisia, uma tamanha falta de conhecimento e cultura taurina.
O recente processo de tentativa de legalização da sorte de varas na Região Autónoma dos Açores foi, quanto a mim, mal conduzido pelos deputados que moveram esta iniciativa, algo precepitado e segundo algumas fontes, o diploma, até tinha erros de português. O parlamento açoriano por sua vez deu uma péssima imagem de si próprio, nesta primeira iniciativa parlamentar no arranque do novo estatuto político administrativo regional. Primeiro as bancadas dos diversos partidos que compõe o parlamento açoriano tiveram liberdade de voto (?), coisa que me perturba e é para mim inconcebivél, pois pensava que nós os humanos tinhamos liberdade de decisão em tudo o que à nossa consciência diz respeito. Depois de ter dado liberdade de voto aos deputados do PS Açores, o presidente do Governo Regional, Carlos César, veio transmitir à comunicação social de que o Governo era contra a legalização da Sorte de Varas, aí é que a porca troceu o rabo, e os senhores deputados começaram a ver a sua rica vidinha a andar para trás, vendo-se obrigados a votar contra a Sorte de Varas para não porem em risco seu rico tachinho. Pressões, jogadas de bastidores, arrogância política, de tudo um pouco houve num parlamento eleito pelo povo, e para representar o povo e não para porteger interesses privados dos seus componentes. Até houve um deputado que assinou a proposta do diploma e desapareceu do mapa açoriano, niguém sabia dele, que vergonha. Meus senhores exige-se mais respeito e dignidade na representação do povo açoriano.
Mas há mais, foi com este mesmo governo rosa amarelado que foi aprovado por unanimidade a sorte de varas, aqui à uns anos atrás. Parece o vento que sopra, ora a sul ora a norte enfim é isto que temos.
Os aficionados terceirenses viram-se embrulhados nesta sujidade politica e nada nem niguém ganhou com isso, aos deputados foram-lhes destapados os seus interesses e fragilidades e a nós taurinos a possibilidade de termos uma festa melhor, digna e capaz de promover uma ilha tão esquecida como tem sido a ilha Terceira.
Duarte Bettencourt

Cartel da Novilhada do próximo domingo no canal Andalucia TV

O canal por satélite Andalucia TV transmite domingo desde Villaluenga del Rosario, na serra de Cádiz, o início da XV edição do ciclo de novilhadas para jovens alunos das Escolas Taurinas andaluzas. Serão lidados erales da ganadería de Torrealta e Marquês de Domecq, para os novilheiros José María Cortés, Jesús González Rique, Antonio jesús Espaliú, Gerardo Adame, Cayetano Ortiz e Verónica Rodríguez, os comentários a cargo do crítico Enrique Romero e do maestro Francisco Ruiz Miguel.

Programação Tv para o fim de semana

Sábado, 30 de Junho

11h20m - Tendido Cero – TVE2

13h20m - Festa Brava - RTPa

21h15m - XLV Corrida TV - RTP1

23h30m - Tendido Cero - TVE i

Domingo, 31 de Junho

12h40m - Extremadura Tierra de Toros - Extremadura Tv

13h55m - Toros para Todos - Andalucia Tv

16h20m - Novilhada - Andalucia Tv

18h35m - Arte & Emoção - RTP 2

maio 29, 2009

XLV Grande Corrida RTP

A Casa de Pessoal da RTP leva a efeito amnhã dia 30 de Maio, a tradicional "CORRIDA TV", na Praça de Toiros de Coruche.
Fazem parte do Cartel os jovens cavaleiros Brito Paes, Moura Caetano, Manuel Lupi, Marcos Bastinhas, João Telles Jr. e Tomás Pinto. As pegas estarão a cargo dos Grupos de Forcados de Vila Franca e de Couruche. Serão lidados seis toiros das ganadarias Veiga Teixeira, David Ribeiro Telles, Cunhal Patrício, Manuel Veiga, Passanha e Jorge Carvalho. A corrida será abrilhantada pela Banda da Sociedade de Instrução Coruchense.
Não perca amanhã pelas 21 horas e 15 minutos na estação de todos nós, RTP1.

Toiros hoje em directo no Andalucia TV

O canal por satélite Andalucia Tv emite hoje em directo pelas 17 horas e 20 minutos, uma corrida de toiros desde a praça de toiros" de los Califas" em Córdoba. Os toiros da ganaderia de La Palmosilla serão lidos pelo diestros Finito de Córdoba, Francisco Rivera e el Fandi.
A não perder já daqui a pouco no canal Andalucia TV.

37 Touradas e 5 Bezerradas no mês de Junho

1 de Junho, Segunda-feira

Local: Terreiro
Freguesia: Terra-Chã
Toiros de: HF

Local: Altares
Freguesia: Altares
Toiros de: JCG

2 de Junho, Terça-feira

Local: São Luís
Freguesia: São Bento
Toiros de: MJR

Local: Largo da Igreja
Freguesia: São Bartolomeu
Toiros de: ER e HF

3 de Junho, Quarta-feira

Local: Terreiro
Freguesia: São Mateus
Toiros de: CAJAF e EG

5 de Junho, Sexta-feira

Local: Rossio
Freguesia: Santa Cruz
Bezerros de: ER

6 de Junho, Sábado

Local: Outeiro
Freguesia: Conceição
Toiros de: EG

Local: Caminho Velho/Santo Amaro
Freguesia: Ribeirinha
Toiros de: MJR

Local: Rossio
Freguesia: Santa Cruz
Toiros de : ER

8 de Junho, Segunda-feira

Local: São João de Deus
Freguesia: Conceição
Toiros de: EG

Freguesia: Raminho
Toiros de: ER e HF

9 de Junho, Terça-feira

Local: Terra Alta
Freguesia: São Mateus
Toiros de: CAJAF

Local: Fonte
Freguesia: São Sebastião
Toiros de: RB

Local: Meio da Rua
Freguesia: Ribeirinha
Toiros de: CAJAF

10 de Junho, Quarta-feira

Local: Rua da Pereira
Freguesia: Conceição
Toiros de: EG

Local: Terreiro
Freguesia: São Mateus
Toiros de: RB

Freguesia: Doze Ribeiras
Toiros de: CAJAF

Local: Caminho do Concelho
Freguesia: Fonte do Bastardo
Toiros de: FS

Local: Serra de Santiago
Freguesia: Lajes
Toiros de: ER

11 de Junho, Quinta-feira

Local: Terreiro
Freguesia: Porto Judeu
Bezerros de: ER e HF

Local: Cantinho
Freguesia: São Mateus
Toiros de: CAJAF

Local: São Luís
Freguesia: São Bento
Toiros de: CAJAF

Local: Largo de São João
Freguesia: Lajes
Toiros de: JCG

12 de Junho, Sexta-feira

Local: Terreiro
Freguesia: São Mateus
Toiros de: CAJAF

Local: Largo de São João
Freguesia: Lajes
Bezerros de: HF e JCG

13 de Junho, Sábado

Local: Santo Amaro
Freguesia: Ribeirinha
Toiros de: RB

Freguesia: Santa Bárbara
Toiros de: CAJAF e ER

Local: Figueiras Pretas
Freguesia: São Pedro
Toiros de: HF

Local: Largo de São João
Freguesia: Lajes
Toiros de: HF

14 de Junho, Domingo

Freguesia: Cinco Ribeiras
Toiros de: HF

Local: Terreiro do Passo
Freguesia: Ribeirinha
Toiros de: CAJAF

Local: Praça
Freguesia: Vila Nova
Toiros de: HF

Local: Areal
Freguesia: Santa Cruz
Toiros de: ER

15 de Junho, Segunda-feira

Local: Bicas de Cabo Verde
Freguesia: São Pedro
Toiros de: HF

18 de Junho, Quinta-feira

Local: Boa Viagem/Corpo Santo
Freguesia: Conceição
Toiros de: CAJAF

20 de Junho, Sábado

Local: Prainha
Freguesia:
Bezerros de: RB

Local: Porto das Pipas
Freguesia:
Toiros de: EG e JCG

22 de Junho, Segunda-feira

Local: Avenidas
Freguesia: Conceição
Toiros de: RB, CAJF, ER e HF

24 de Junho, Quarta-feira

Local: Rua de São Pedro
Freguesia: São Pedro
Toiros de: HF

25 de Junho, Quinta-feira

Local: Rua da São João
Freguesia:
Bezerros de: FS

27 de Junho, Sábado

Local: Porto de São Fernando
Freguesia: Porto Martins
Toiros de: HF e MJR

30 de Junho, Terça-feira

Local: Nossa Senhora da Ajuda
Freguesia: Vila Nova
Toiros de: HF e EG

Legenda/Ganaderos:

RB – Rego Botelho
CAJAF - Casa Agrícola José Albino Fernandes
ER - Herdeiros de Ezequiel Rodrigues
EG - Eliseu Gomes
HF - Humberto Filipe
FS – Francisco Sousa
JCG - João Cardoso Gaspar
MJR - Manuel João Rocha

maio 28, 2009

O Estado da Região - Sorte de Varas

O programa da RTP Açores "O Estado da Região" leva ao ecrã da televisão regional um debate, em directo da Ilha Terceira, sobre a polémica Sorte de Varas. Juntos estarão os defensores e opositores desta sorte tão importante para o melhoramento do espectáculo taurino nos Açores, principalmente na Ilha Terceira, onde está mais enraizado.
Hoje pelas 21 horas e 40 minutos no canal regional um debate a não perder onde serão discutidas, entre outras, porque razão a proposta das corridas picadas dividiu a sociedade açoriana?; a Assembleia Regional esteve bem ou mal ao rejeitar a proposta de legalizar a sorte de varas?; deve a ilha Terceira ser considerada uma excepção na lei nacional, à semelhança de Barrancos?; existe ou não tradição da sorte de varas na Ilha Terceira?.
Não se esqueça que também pode dar a sua opinião através dos números de telefone da RTP Açores. Esta quinta-feira, a seguir ao Telejornal.

maio 22, 2009

Sinopses dos Programas Taurinos deste fim-de-semana

Arte & Emoção
Domingo, 24 de Maio pelas 18 horas no canal RTP2.

“Neste Programa:
No próximo Arte & Emoção vamos recordar 2 espectáculos que criaram grandes expectativas junto dos aficionados.
- A corrida de Moura, que trouxe pela primeira vez, esta temporada, Diego Ventura a Portugal.
- A 50ª edição do concurso de ganadarias de Évora onde estiveram presentes toiros das mais prestigiadas divisas ibéricas.
Azambuja vai ser a terra taurina em destaque.
Viajamos pelo campo bravo do concelho, estivemos nos locais onde se criam cavalos, nomeadamente nos mouchões do Tejo, assistimos a um treino de forcados e vimos como evolui a Escola de Toureio de Azambuja.
Fomos ainda visitar uma das mais antigas tertúlias da terra e sentir um pouco do ambiente que se irá viver no final do mês, no auge da Tradicional Feira de Maio de Azambuja.
Neste programa ficará ainda a saber porque é que são redondas as arenas das praças de toiros.”

Tendido Cero
Sábado, 23 de Maio pelas 11 horas e 20 minutos, e 23 horas e 30 minutos nos canais TVE2, TVEi e na Web em RTVE a la Carta.

“Morante, José Tomás e Hermoso de Mendoza têm esta semana um protagonismo especial no Tendido Cero. O sevilhano monopoliza a secção “Olé”, em especial com o toureio de capote que executou quinta-feira em Las Ventas. José Tomás aparece no musical “Hoy como ayer” em que se recria a sua actuação em Jerez com um toiro de Cuvillo, premiado com a volta ao ruedo, com a voz de La Niña Pastori como música de fundo. Encerrando esta rubrica está Hermoso de Mendoza com o vídeo clip intitulado “Hermoso Visión” em que se funde o toureio do navarro do passado domingo em Madrid com a canção ganhadora do festival da Eurovisão.
Outras reportagens que aparecem nesta edição de Tendido Cero estão centradas nas novas tendências da fotografia taurina, com os últimos trabalhos de Anya Bartels, Marisa Flores, Javier Arroyo, José Ramón Lozano e Constante. A segunda parte do programa será dedicada a José Luís Marca, a sua faceta de ganadeiro, recordando também os toureiros que apoderou. A feira de San Isidro tem um amplo tratamento e analise, e será dado em última instancia o estado de saúde de El Fundi.”

Extremadura Tierra de Toros
Domingo, 24 de Maio pelas 12 horas no canal Extremadura Tv e na Web do mesmo canal.

“Extremadura Tierra de Toros visita Las Ventas.
O programa Extremadura Tierra de Toros desloca-se a Madrid para visitar em exclusivo a praça de toiros mais importante do mundo, Las Ventas. O programa taurino do Canal Extremadura TV visita todas as suas dependências e desvenda os segredos deste mítico ruedo.
Também, em Madrid, o programa passa um dia com um ganadeiro muito ligado à Extremadura, Jose Luis Pereda, que nos irá mostrar como se vive os momentos prévios de uma corrida.
Tierra de Toros irá também mostrar a relação que estabelecem dois maletillas de Granada com Alejandro Talavante, num tentadero.”

Toros para Todos
Domingo, 24 de Maio pelas 13 horas e 45 minutos no canal Andalucia Tv e na Web do mesmo canal.

“A faena de José Tomás em Jerez, o triunfo de Pablo Hermoso em Madrid e os Amigos do Toiro no campo… Este domingo em Toros para Todos.”

Programação Taurina

Sábado, 23 de Maio

11h20m - Tendido Cero – TVE2

23h30m - Tendido Cero - TVE i

Domingo, 24 de Maio

12h00m - Extremadura Tierra de Toros - Extremadura Tv

13h45m - Toros para Todos - Andalucia Tv

18h00m - Arte & Emoção - RTP 2

maio 21, 2009

II Festival Luís Fagundes por Edgar Vieira



Fotografias de Edgar Vieira

maio 20, 2009

Conferência de Imprensa

Realizou-se hoje pelas 14 horas no salão João de Borba, da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, uma conferência de imprensa sobre o chumbo da Assembleia Regional dos Açores quanto à introdução da Sorte de Varas nas corridas de toiros realizadas em território açoreano.
Foi lido pelo Presidente da T.T.T., Arlindo Teles, o seguinte comunicado que passo a transcrever:

Comunicado – Sorte de Varas
A recente votação na Assembleia Legislativa Regional dos Açores sobre a Sorte de Varas deixou-nos com um misto de profunda tristeza e, ao mesmo tempo, de incontida revolta.
Todos aqueles que desejavam, e desejam porque não vamos desistir, a introdução da Sorte de Varas estavam justificadamente convictos que a liberdade de voto, determinada pelos partidos políticos, seria, antes de mais, um exercício livre da democracia interna dos mesmos, respeitando de igual modo os deputados que haviam decidido votar favoravelmente, assim como aqueles que, na sua consciência, entenderam pronunciar-se de forma diferente, quer votando contra, quer abstendo-se.
Aliás, foi assim que aconteceu em votações anteriores, em que a Sorte de Varas foi aprovada por clara maioria no Parlamento dos Açores.
Para referir apenas factos recentes, o sucesso do Fórum Mundial da Cultura Taurina, acontecimento que, mais uma vez, projectou internacionalmente a Região e, especialmente, a ilha Terceira, a importante e esclarecedora Conferência sobre a Sorte de Varas, em que participaram cientistas e intelectuais de reconhecida competência de vários países, a unanimidade conseguida na Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo considerando a Tauromaquia como Património Cultural Municipal e os contactos estabelecidos pela Direcção da Tertúlia Tauromáquica Terceirense junto dos diferentes Grupos Parlamentares como objectivo de dar a conhecer, de forma profunda e transparente, os nossos argumentos a favor da Sorte de Picar levaram-nos a acreditar, com toda a convicção, de que os nossos anseios seriam atingidos.
Assim não aconteceu e, sobretudo na Terceira, assiste-nos um justificado sentimento de revolta, por não vermos respeitado o legítimo desejo de milhares de açoreanos de verem autorizada a Sorte de Varas, elemento essencial para que as nossas Corridas de Toiros a verdade e a qualidade do toureio seja uma realidade.
Esse sentimento de revolta tão significativa na Ilha Terceira, como se referiu, é facilmente demonstrado pelo facto de todos os deputados eleitos pela ilha terem votado favoravelmente a Sorte de Varas. Interessante de referir também que os deputados da ilha Graciosa tiveram o mesmo comportamento em bloco.
Ninguém poderá dizer que, em todo este processo, não fomos os primeiros defensores de uma total transparência de argumentos, respeitando sempre de foram inequívoca todas as opiniões, não usando outros argumentos que não fossem as nossas fundamentadas ideias para defender o que pretendíamos, rejeitando qualquer tipo de coações no comportamento dos senhores deputados no seu exercício de voto, o que não veio a acontecer.
É justo esclarecer que a perspectiva absolutamente preconceituosa e de autêntica censura cultural que prevaleceu nesta votação castra qualquer hipótese de desenvolvimento da nossa Tauromaquia, adiando as nossas aspirações em termos de afirmação no panorama taurino mundial com consequências claras para o nicho específico do turismo taurino.
Argumentam muitos dos nossos inimigos de que os taurinos são uma minoria. Mas não é essencial para o pleno e livre exercício da democracia, o respeito pelos direitos e anseios das minorias, aceitando as suas posições, deixando que se exerça livremente?
É por isso que nós, os taurinos dos Açores, nos sentimos politicamente atraiçoados. As nossas legítimas expectativas não foram respeitadas.
E caberia aqui a merecida interrogação: se Barrancos viu satisfeita a sua pretensão, porque se respeitou o desejo de uma minoria, porque não podemos nós, taurinos dos Açores, particularmente na ilha Terceira, efectuar a Sorte de Varas em algumas das nossas corridas?
Não vamos baixar os braços. Continuaremos a lutar pelas nossas ideias, de forma transparente e sem atitudes coercivas, e procuraremos uma nova oportunidade de conseguir, democraticamente, atingir o objectivo de ver aprovada a possibilidade da Sorte de Varas nas nossas arenas.
Não podemos deixar de manifestar o nosso profundo agradecimento e respeito por todos os senhores deputados que votaram a favor das nossas pretensões. Estamos eternamente gratos pela coragem das vossas posições, admirando e tomando como exemplo o seu comportamento. Procuraremos que, na próxima oportunidade, mais deputados acompanhem a vossa posição.
A ilha Terceira com as suas especificidades culturais, onde a Tauromaquia ocupa um lugar muito especial, merece ver respeitada a sua pretensão, no âmbito desta diversidade cultural que são as ilhas dos Açores.
Este comunicado foi subscrito pelas seguintes pessoas e entidades:
- Tertúlia Tauromáquica Terceirense;
- Tertúlia Tauromáquica Praiense;
- Ganadarias Açoreanas da Associação Portuguesa de Toiros de Lide de:
- Casa Agrícola José Albino Fernandes
- Rego Botelho
- Irmãos Toste;
- Sociedade Tauromáquica Progresso Terceirense;
- Comissão de Tauromaquia das Sanjoaninas 2009;
- Comissão de Tauromaquia das Festas da Praia 2009;
- Mário Miguel – Primeiro Matador de Toiros Açoreano;
- Bandarilheiros Profissionais Açoreanos;
- Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense;
- Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande;
- Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo.

maio 19, 2009

Festa Brava de 16 de Maio

"II Festival Luís Fagundes - Marcelo Mendes: Chegar, Tourear e Triunfar! "

por Mário Aguiar Rodrigues in aUnião
"Bom ambiente e louvável moldura humana para a abertura da temporada na Praça de Toiros Ilha Terceira.
As condições atmosféricas ajudaram, se bem que, de quando em vez, tenham caído uns pinguitos, sobretudo na segunda metade da função,
Quanto ao espectáculo, houve coisas boas e bonitas e outras que nem tanto.
Da matéria prima, os novilhos, pode afirmar-se que alguns ofereceram prestável colaboração e que o quinto - por regra costuma ser bom - não contribuiu em nada para o serão que, de modo geral, foi agradável de seguir, muito também por via do brilho da execução dos rapazes das jaquetas enramadas do Grupo de Forcados do Ramo Grande.
No entanto, a maior contribuição para a valorização da noite veio da intuição toureira de Marcelo Mendes, um praticante que, tal conquistador, veio, toureou e triunfou.

O triunfo de Marcelo Mendes
Como fora afirmado no lançamento do Festival, Marcelo Mendes era a única estreia no redondel terceirense. Havia, de facto, alguma expectativa quanto à real valia deste praticante, para quem os cavalos luso-árabes são as montadas de preferência.
Pois bem, o jovem da Quinta da Chapuceira exibiu qualidades e intuição, um tanto de entrega e arrojo, de forma a proporcionar momentos de toureio de nível e emoção suficientes para merecer dos tendidos aplausos e flores, bem assim, a música que o Director do Festival, José Valadão, entendeu conceder-lhe.
A lide ao “1”, de Rego Botelho, segundo do lote, terminou em festa com os espectadores, de pé, a tributar prolongado aplauso, muito por mérito dum par de bandarilhas a duas mãos, executado com alegria e à-vontade, a que não foi alheia a disponibilidade de “Útil”, um cavalo toureiro.
A lide ao último do Festival confirmou afinal o que já vinha da primeira intervenção: concentração, boa escolha de terrenos, grande dose de alegria e esplêndida ligação com o público.
Marcelo Mendes caiu em graça logo quando, na lide ao terceiro da noite , soube aproveitar as qualidades do “224”, de Herd.s de Ezequiel Rodrigues, um novilho de escassas carnes mas de apreciável comportamento.
Marcelo é um cavaleiro ainda à procura de lugar e sítio mas, a continuar com inteligência e coração, vai lá chegar de certeza.
Se o “Útil” merece referência especial, pois foi com ele que se cimentou o triunfo de Marcelo Mendes, devem ser aqui mencionados o “Lindo” e o “Quilas”, cavalos luso-árabes da confiança do cavaleiro.
Pelo que demonstrou no decorrer do II Festival Luís Fagundes, Marcelo Mendes afigura-se como nome a gravar na agenda para futuros contactos.

Não foi a noite sonhada
Para Tito Semedo, a Praça de Toiros Ilha Terceira não tem segredos. Não é a primeira vez , e não será a última, que toureia por estas bandas onde, por norma, cumpre bem o seu papel de cavaleiro.
Na noite de sexta-feira, 15 de Maio, o cavaleiro de Santana da Serra não conseguiu mostrar a sua condição de bom lidador, ao contrário do que recentemente se passara na Ovibeja, evento onde disputou, taco a taco com Maestro João Moura, o troféu para a melhor lide.
Se bem que os cavalos apenas tenham chegado de véspera, não foi por aí que Tito deixou um certo “amargo de boca”.
Frente ao primeiro, o “238”, de Herd.s de Ezequiel Rodrigues, Semedo , a utilizar os cavalos “Império” e “Maravilha”, andou esforçado mas não teve correspondência da parte do oponente.
Na segunda intervenção, frente ao “219”, de CAJosé Albino Fernandes, quem sabe se “espicaçado” pelo desempenho de Marcelo, Tito Semedo elevou a fasquia. Entendeu-se com o “parceiro” e a lide saiu melhorada. A montar “Maravilha” e “Imponente”, o cavaleiro de Santana da Serra aproximou-se bem mais do seu real valor, tanto na brega, como na colocação, desenho e remate das sortes.

A cabeça de Rui já estava na Califórnia
Nas vésperas de partir para a aventura americana, Rui Lopes teve noite para esquecer na passagem pelo II Festival Luís Fagundes.
Nos dois novilhos do lote, o “100”, de Rego Botelho, e o “221”, de CAJAF, Rui esteve perto do desastre.
Nunca se encontrou embora, em certos momentos, tenha dado a sensação de que “agarrara” o tempo e o mote para inverter o apagado desempenho. Certamente, com a cabeça já a viajar para Stevenson, Califórnia, Rui Lopes viu-se em situações de grande apuro com as montadas a suportarem violentos toques.
Com o primeiro, viu-se em apuros por falta de atempada intervenção dos bandarilheiros e, na lide ao segundo, esteve à beira de acidente aparatoso. A violência do toque do novilho -intragável, por sinal -arrancou-lhe o estribo esquerdo.
Na noite que não devia ter acontecido, Rui Lopes procurou valer-se das competências das suas montadas, “Teimoso”, “Nó”, “Sublime”, “Quarteio” e “Açúcar”, mas o II Festival Luís Fagundes não era mesmo ocasião para triunfar. Mas, como diz o ditado, “por morrer uma andorinha, não se acaba a primavera”.

Forcados do Ramo Grande
Para além de tudo o mais, os Forcados do Ramo Grande encaravam o II Festival Luís Fagundes como o treino ideal de preparação para os compromissos da Feira de São João, durante a qual vão ser chamados em três tardes.
Gente de cepa rija, do antes quebrar que torcer, os Amadores do RG contribuíram com a sua parte para o brilho do Festival.
Das seis pegas, apenas uma não foi efectuada ao primeiro intento. Foi exactamente a pega ao quinto da ordem, à terceira tentativa, que mandou Nuno Pires para a enfermaria a fim de ser suturado a profundo golpe no queixo.
Com um ou outro pormenor técnico a necessitar de aperfeiçoamento, César Pires, André Parreira, Bruno Anjo, Miguel Pires e Alex Rocha desembaraçaram-se da tarefa à primeira.
Filipe Pires, o Cabo do Grupo, tinha todas as razões do mundo para mostrar-se agradado e contente.

A lembrança de José Porto
O falecimento recente de José Porto, que foi forcado de excelência no Grupo dos Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, foi lembrado com um minuto de silêncio no início do Festival Luís Fagundes."

maio 18, 2009

Tourada à Corda na Fonte da Vila

maio 17, 2009

"Marcelo Mendes triunfa no II Festival Luis Fagundes"

por Bruno Bettencourt in Rabo Torto
"A Monumental “Ilha Terceira” abriu portas para acolher o primeiro espectáculo taurino da época. O “II Festival Luís Fagundes” apresentou um cartaz onde figuravam os nomes de Tito Semedo, Rui Lopes e Marcelo Mendes. Novilhos das divisas de Rego Botelho (RB), Casa Agrícola José Albino Fernandes (JAF) e Herdeiros de Ezequiel Rodrigues (ER). Pegas a cabo dos Amadores do Ramo Grande (GFARG), grupo organizador, capitaneado por Filipe Pires.Após a entrada de todos os intervenientes, para as cortesias, os ¾ de casa levantaram-se para um minuto de silêncio em homenagem a José Porto, grande nome da forcadagem terceirense, falecido há poucos dias.
Tito Semedo, montando o Império, recebeu o nº 238 de ferro ER, deixando-lhe 2 compridos. Desde cedo que o novilho se mostrou distraído e mansote. O cavaleiro desenhou uma lide regular e sem comprometer. Cravou 4 ferros curtos, montando o “Maravilha”. Algumas das cravagens resultaram sem brilho, mercê, também, da investida tardia e alguma falta de força do oponente. Após a cravagem de 2 bons ferros compridos ao segundo do seu lote, nº219, JAF, troca de montada e já com o “Imponente”, procurar suplantar a sua primeira lide. O cavaleiro alentejano iniciou a cravagem das bandarilhas com 2 ferros de boa nota. Procura mexer com o bom oponente que tinha na arena e adorna a lide com passagens de galope a duas pistas. Deixa ainda mais 3 cravagens, todas a cilhas passadas. Apesar de melhor com este segundo novilho, que se mostrou voluntarioso durante a lide, fica a sensação que mais e melhor poderia ter sido feito perante este bom exemplar JAF.
O nº100, da casa RB, saiu dos curros a todo o gás colando-se de imediato ao “Teimoso”, montado por Rui Lopes. Cedo foi perdendo andamento, o que foi notório após a cravagem dos dois ferros compridos por parte do praticante terceirense. Nos curtos o cavaleiro mostrou alguma dificuldade em contrariar a tendência que o novilho tinha em se adiantar à montada. Enfeita o hastado com 2 ferros que, por pouco consentimento no momento da reunião, foram cravados a cilhas passadas. Nota positiva para o 3 ferro cravado ao estribo. Saca do veterano “Açúcar” e deixa um ferro cambiado, finalizando assim uma lide com pouca história. Ao segundo novilho que lhe coube em sorte, e após um primeiro ferro comprido mal colocado, corrige-se e crava 2 bons ferros. Montando o “Quarteio” deixa 2 ferros curtos de boa nota e a partir daí, após violento toque na montada, foi-se notando um aumento de nervos que se conjugou aos maus modos apresentados pelo novilho. Com o evoluir da função, o exemplar da divisa verde rubra, foi-se defendendo nos médios, mostrando-se maldoso e investindo só pela certa. Com dificuldades em entender os melhores terrenos e com a tarefa dificultada por este nº221, JAF, o cavaleiro cravou ainda mais 3 bandarilhas, finalizando uma lide que se foi desluzindo.
A debutar no redondel angrense, Marcelo Mendes teve a sorte do seu lado e dela soube usufruir com sabedoria. O sorteio ditou-lhe, no conjunto, o melhor lote de novilhos. Apresentou-se em praça montando o “Quilas” e inicia a lide com dois bons ferros compridos à tira. Se o cavaleiro trazia ganas de triunfo, mais ajudou o nº224 de ER. Novilho pequeno de tamanho, mas grande de alma. Com o “Útil”, o cavaleiro andou na cara do opositor e dobrou-se com este, tendo a ajuda preciosa deste cavalo toureiro luso-árabe. Com a cravagem do primeiro ferro curto fez-se ouvir música e foi agarrando a assistência. A este seguiram-se mais duas bandarilhas de bom nível. A encerrar uma boa lide, um bom ferro de palmo. Para finalizar a sua presença neste festival, estava-lhe reservado o nº1, RB. Ainda com o sabor da sua primeira lide, decide arriscar mais um pouco e desenha uma lide que foi crescendo, apesar do novilho, que veio das pastagens da Caldeira do Gulherme Moniz, ter decrescido de comportamento ao longo da lide. Crava 2 ferros compridos e após troca do “Quilas” pelo “Lindo”, deixa um primeiro ferro curto algo “pescado”. Entende a investida pouco carregada do hastado e procura consentir mais no momento da reunião. Corrige-se e crava 2 bons ferros ao estribo. Já com os tendidos do seu lado, vai buscar o “Útil” e faz aquecer a assistência com uma sorte de violino. A finalizar a sua boa prestação, crava um grande par de bandarilhas que leva as bancadas ao rubro, fazendo com que fossem visíveis as lágrimas de emoção no rosto do cavaleiro de Torres Vedras. Volta à arena e depois, aplausos para o “Útil”, que veio até aos terrenos de tércios. Ficou patente o porquê de ser apontado como uma promessa do toureio equestre nacional.
César Pires do GFARG, após brindar à família do falecido colega Luís Fagundes, abriu a noite de pegas fechando-se bem à barbela com a raça que lhe é característica. André Parreira pegou o segundo à barbela e sem problemas. Sem complicação fechou-se igualmente à barbela Bruno Anjos, numa boa pega. Miguel Pires aguentou dois derrotes e manteve-se fechado na barbela, finalizando uma grande pega. A complicação viria com o 5º da noite. Nuno Pires viu-se e desejou-se para conseguir pegar um novilho que se defendia e tirava a cabeça cada vez que o grupo se tentava fechar. Após 2 avisos e à 3ª tentativa lá foi possível resolver o intento, tendo o forcado da cara saído um pouco maltratado. A finalizar, Alex Rocha fecha-se à primeira de forma poderosa.
Uma noite agradável típica de início de temporada e a servir de leve aperitivo para a Feira de São João que se aproxima a passos largos.A dirigir o espectáculo, sem problemas, esteve José Valadão assessorado por Vielmino Ventura médico veterinário.Nota final para a excelente interpretação musical da “Philarmúsica” que abrilhantou a corrida e premiou, de forma superior, as lides dos intervenientes."

maio 16, 2009

Programação Taurina

Sábado, 16 de Maio

23h35m - Tendido Cero - TVE i

Domingo, 17 de Maio

12h00m - Extremadura Tierra de Toros - Extremadura Tv

13h50m - Toros para Todos - Andalucia Tv

16h45m - Novilhada - Andalucia Tv

18h00m - Arte & Emoção - RTP 2

Extremadura Tierra de Toros celebra os seus 100 programas

O programa taurino da televisão autonómica Extremadura Tv Tierra de Toros celebra amanhã pelas 12 horas o seu programa número 100, no qual presta especial atenção a Angelete, o toureiro mais veterano de toda a Extremadura e à ganadaria de Conde de la Corte.
Antonio Castañares mostra aos seus espectadores como se faz o Extremadura Tierra de Toros e irá recordar os melhores momentos destas três temporadas no Canal Extremadura TV.
O programa recordará algumas das suas entrevistas mais destacadas, as imagens de mais impacto e as melhores corridas vividas em Tierra de Toros.

maio 14, 2009

Corrida em directo na TVI desde o Campo Pequeno

Hoje pelas 21 horas e 15 minutos será transmitida em directo no canal privado TVI a segunda corrida da época taurina da Praça de Toiros do Campo Pequeno, comemorativa do 3º aniversário da reinauguração daquela praça centenária. O cartel é composto pelos cavaleiros Manuel Ribeiro Telles Bastos e Manuel Lupi, pelos matadores de toiros "Pedrito de Portugal" e Manuel de Jesus "ElCid" e pelo grupo de forcados amadores do Aposento da Moita, os touros serão das Ganadarias de Santa Maria e Brito Paes.
A não perder hoje na TVI.

"Sexta-feira, às oito da noite - II Festival Luís Fagundes/Forcados do Ramo Grande "

Por Mário Aguiar Rodrigues em aUnião
"A temporada 2009 na Praça de Toiros Ilha Terceira tem início marcado para amanhã, 15 de Maio, com a realização do II Festival Luís Fagundes, o gesto bonito com que os Forcados do Ramo Grande honram a memória do homem e do amigo que ajudou a fundar o Grupo.
Três cavaleiros vão lidar reses das ganadarias terceirenses de Rego Botelho, CA José Albino Fernandes e Herdeiros de Ezequiel Rodrigues.
Tito Semedo é o cabeça-de-cartaz da terna que inclui os praticantes Rui Lopes e Marcelo Mendes, dois jovens a tentar romper no difícil e fechado mundo da cavalaria nacional.
O cavaleiro de Santana da Serra é nome constante na lista dos melhores do escalafón português. Em 2008, foram 22 tardes de lides correctas, emotivas e de bom espectáculo.É figura habitual nas praças açorianas, satisfazendo, quase sempre, os aficionados ao toureio a cavalo.
Depois de aqui ter estado em 2007, Tito volta com a mesma ilusão e vontade de triunfar. Segundo as próprias palavras de Tito Semedo “é sempre uma honra voltar à Terceira”. Tito Semedo tem estatuto e faculdades para merecer, num dos anos mais próximos, chamada à Feira de São João. Para ele a temporada já começou, e bem, em Beja, a pronunciar uma campanha semelhante à do ano passado. Na Corrida da Ovibeja, ao lado de João Moura e Brito Paes, Tito Semedo - dizem as crónicas - esteve sublime. O triunfo, que foi atribuído a João Moura, bem poderia ter sido repartido com o cavaleiro de Santana da Serra.
De Marcelo Mendes apenas conhecem os aficionados insulares o que dele foi dizendo a crítica especializada. Em 2008, marcou presença em 12 eventos, alguns dos quais ficaram assinalados pelo toureio arrojado com que se mostra para chegar às bancadas e provocar emoção. Na Quinta da Chapuceira, Marcelo trabalha, dia a dia, os cavalos da quadra, quase todos de ascendência luso-árabe, três dos quais faz deslocar ao II Festival Luís Fagundes: o "Quilas”, o “Útil” e o “Lindo”.
Rui Lopes é o “cavaleiro da casa” e, como tal, apresenta-se no II Festival Luís Fagundes com dobradas responsabilidades: conhecerá melhor o ambiente da praça; terá maior entendimento das ganadarias contratadas; disporá de mais alargadas hipóteses de escolha das montadas a utilizar. Por outro lado, nas vésperas de embarcar para a “aventura” americana, Rui quererá certamente deixar bons argumentos para, na volta, concentrar, encantar e convencer tudo e todos na abertura das Sanjoninas, a 21 de Junho. A propósito da viagem aos Estados Unidos, fica a informação de que na comitiva de Rui seguem seu pai, António Lopes, o apoderado, Rui Silva, e os bandarilheiros José Leonardo e Jorge Silva.
Quanto ao Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande é forçoso reconhecer o cuidado posto na organização do Festival que, na primeira edição em 2008, conseguiu congregar milhares de aficionados nas bancadas da Praça de Toiros Ilha Terceira.Têm sido intensos e participados os treinos sob a orientação de Filipe Pires, o Cabo do Grupo, pois a homenagem a Luís Fagundes é encarada com tremendo respeito e saudade e, por outro lado, o Festival funciona como espaço precioso de aperfeiçoamento das técnicas com vista aos vastos compromissos que a temporada 2009 lhes coloca.Das ganadarias fornecedoras dos produtos para o II Festival Luís Fagundes conhecem os amantes do toureio a cavalo as possibilidades de cada uma. Os ferros escolhidos são de confiança. Embora o Festival dos Forcados do Ramo Grande não tenha a grandeza dos eventos da Feira de São João, cada casa de bravo terá o prazer de mostrar-se na abertura da temporada com exemplares de qualidade.De novo, o Grupo de Forcados do Ramo Grande pratica política de preços acessíveis, 10 Euros, para levar o maior número de espectadores à noite de sexta-feira, na Praça de Toiros Ilha Terceira, sendo esta acertada medida mais um dos bons motivos para assistir ao II Festival Luís Fagundes."

maio 13, 2009

"6 Toros 6 - Manzanares el príncipe de la Maestranza"


"Aplausos - El Juli tras su gran victoria"


Carteis da Feira Taurina de São Jorge

Sábado, dia 04 de Julho

Cavaleiros
Tiago Pamplona
Rui Lopes (Praticante)

Novilheiro
Nuno Casquinha

Forcados Amadores
Tertúlia Tauromáquica Terceirense
Ramo Grande

Toiros
Álvaro Amarante

Domingo, dia 05 de Julho

Cavaleiros
Tiago Pamplona
João Pamplona (Praticante)

Novilheiro
Nuno Casquinha

Forcados Amadores
Tertúlia Tauromáquica Terceirense
Ramo Grande

Toiros
Álvaro Amarante

Garanhão Noha na Coudelaria Lima Duarte

A Coudelaria Lima Duarte tem, desde a semana passada, a cobrir na sua éguada o garanhão Noha. Um Lusitano que ostenta o ferro do cavaleiro tauromáquico Paulo Caetano, pai do conhecido Passa-pé da quadra do jovem cavaleiro Moura Caetano.
Mais um excelente garanhão de linhas toureiras que vai padrear na coudelaria terceirense Lima Duarte. Juntamente com este garanhão a coudelaria tem ainda como garanhões o Zacarias com o ferro da casa e o Joel com o ferro da Herdade do Pinheiro.

maio 12, 2009

Corrida de Rejoneio amanhã no Andalucia Tv

Não perca amanhã, dia 13 de Maio pelas 16 horas e 30 minutos, hora dos Açores, a Corrida de Rejoneio que se realiza em Jerez de la Frontera inserida na Feria del Caballo. O cartel é composto pelos rejoneadores Fermín Bohorquez, Pablo Hermoso de Mendoza e Diego Ventura que lidam toiros da ganaderia de Fermín Bohorquez Escribano. A corrida poderá ser vista através do canal por satélite Andalucia Tv.

maio 11, 2009

Faleceu hoje o amigo, o forcado José Porto

Hoje de manhã faleceu o amigo José Porto.
Foi com pesar que soube a noticia da sua morte, ao meu pensamento vieram as conversas de tertúlia que tinhamos encostados ao balcão da nossa Tertúlia, à lembrança veio também a oferta que me fez de um cão de raça Barbado, enfim as coisas boas que nos vem à memória em dias como este. Foi mais um amigo que se foi e que um dia espero encontrar encostado a um qualquer balcão de uma qualquer tertúlia, no céu em que nos fizeram acreditar. Morreu um forcado que soube honrar a jaqueta dos Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense. Morreu um amigo.
Até um dia.
Duarte Bettencourt

maio 10, 2009

"Sorte de Varas - Aprovação do diploma acentua divisões "

Publicado in aUnião

"A aprovação, pela comissão parlamentar especializada, do diploma que legaliza as corridas de touros picadas nos Açores acentuou as divisões que a questão coloca no Arquipélago, com os dois lados a reafirmar os seus argumentos.
Para o presidente da Associação Ecológica Amigos dos Açores, a decisão 5ª feira tomada pela Comissão Parlamentar de Assuntos Sociais significa um “retrocesso civilizacional”, apesar de admitir que “a decisão era esperada”.
Por seu lado, Arlindo Teles, presidente da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, considerou a decisão “um passo positivo”, apesar do que classificou como “campanha de desinformação” que tem rodeado este processo.
A comissão parlamentar aprovou hoje o projecto de decreto legislativo regional que legaliza as corridas de touros picadas nos Açores com seis votos a favor (três do PS e três do PSD) e quatro votos contra (todos os PS), tendo sido ainda registadas duas abstenções (uma do CDS/PP e uma do PSD).
Para Sérgio Caetano, “não é uma surpresa este assunto ser um tema fracturante no PS” mas admitiu que “muito dificilmente a proposta deixará de ser aprovada no plenário”.
O presidente dos Amigos dos Açores referia-se ao facto do diploma ser proposto por 26 deputados, o que significa que apenas necessita de mais três votos (ou três abstenções) para ser aprovado.
Apesar disso, garantiu que “a luta não vai acabar no dia da votação”, frisando que “há mais meios e acções legais que podem ser accionados”.
Diferente é a posição de Arlindo Teles, que também acredita na aprovação do diploma quando subir ao plenário da Assembleia Legislativa dos Açores, provavelmente já na próxima semana.
“Espero que seja aprovado, porque vai permitir uma evolução qualitativa do toureio a pé e o desenvolvimento da tauromaquia”, afirmou.
O diploma, com apenas quatro artigos, foi apresentado a 23 de Abril, subscrito por 26 deputados, do PS, PSD, CDS/PP e PPM.
Os líderes regionais do PS, Carlos César, e do PSD, Berta Cabral, já anunciaram a intenção de dar liberdade de voto aos deputados nesta questão.
O novo Estatuto Político-Administrativo dos Açores atribui competência legislativa ao parlamento regional em matéria de espectáculos e divertimentos públicos na Região, onde se incluem as touradas e tradições tauromáquicas nas suas diversas manifestações.
Nas últimas semanas, o tema das corridas picadas tem gerado polémica e divisões na sociedade açoriana, com uma troca de argumentos entre os que apoiam esta medida e os que a rejeitam.
A última corrida picada na Praça de Touros da Ilha Terceira realizou-se a 29 de Junho de 2002, no quadro das Festas Sanjoaninas."

Tourada à Corda no Paúl - Santa Cruz - Praia da Vitória

maio 08, 2009

Programação TV para o fim de semana

Sábado, 9 de Maio

11h20m - Tendido Cero - TVE 2

23h30m - Tendido Cero - TVE i

Domingo, 10 de Maio

12h00m - Extremadura Tierra de Toros - Extremadura Tv

13h45m - Toros para Todos - Andalucia Tv

19h00m - Arte & Emoção - RTP 2

21h55m - Extremadura Tierra de Toros - Extremadura Tv / R

Segunda-feira, 11 de Maio

13h45m - Toros para Todos - Andalucia Tv / R

maio 05, 2009

Festa Brava de 2 de Maio

maio 04, 2009

Novo Burladero de Maio