junho 23, 2011

Rui Lopes triunfa na primeira das Sanjoaninas

Decorreu ontem, dia 22 de Junho, na Praça de Toiros Ilha Terceira, a primeira corrida da Feira de São João deste ano.

O cartel era composto pelos cavaleiros locais Tiago Pamplona, Rui Lopes e pelo praticante João Pamplona na lide de toiros das ganadarias da Casa Agrícola José Albino Fernandes e João Gaspar. As lides a pé foram ministradas pelos matadores de toiros Ivan Fandiño e Alejandro Talavante aos novilhos da ganadaria de Rego Botelho. As pegas desta tarde tiveram a cargo do Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande.

Tarde de sol que fez deslocar à Monumental de Angra o público aficionado terceirense, que preencheu cerca de 3/4 de casa. Uma boa entrada para aquela, que segundo a organização, era a corrida mais mal vendida.

Aqueles que não acreditaram na composição deste cartel, com a participação massiva de cavaleiros locais, enganaram-se redondamente e perderam uma tarde de toiros muito agradável, com o triunfo dos cavaleiros terceirenses, com destaque para a lide ministrada por Rui Lopes ao quarto toiro da ordem.

Ouve alterações na ordem de saída dos toiros, lidando os dois primeiros Alejandro Talavante. Mais uma vez se comprovou que apesar de todos os esforços, principalmente da Tertúlia Tauromáquica Terceirenese, para elevar e dignificar a festa brava na Ilha Terceira, o peso real da nossa tauromaquia é nula ou quase perante as exigências das figuras do toureio mundial. Espero que no futuro, e com o trabalho desenvolvido, este respeito seja uma realidade para bem da festa brava açoriana.

O matador extremenho perfumou a arena angrense com o seu toureio de temple, fazendo esquecer por momentos a bronca que precedeu ao anúncio da alteração da ordem de lide. A lide do seu primeiro foi baseada no toureio fundamental, com derechazos de grande qualidade mesclados com naturais de valor, rematados com passes de peito.
A lide do seu segundo foi breve pois o seu oponente inutilizou-se,poucu depois de iniciado o terceiro tércio. Destaca-se também nestas duas lides a actuação da sua quadrilha, lidando e bandarilhando com destinção.

Tiago Pamplona teve pela frente um toiro da CAJAF que adiantado-se um pouco no momento da investida dificultou de alguma forma o desempenho do da Quinta do Malhinha, ministrando contudo um lide agradável com bons momentos de toureio.

Rui Lopes esteve a um grande nível na tarde de ontem tendo ministrado ao toiro dos Irmãos Toste, hoje pertença de João Gaspar, a melhor lide da sua ainda curta carreira de cavaleiro tauromáquico. Rui deixou na arena angrense um aroma de perfume caro próprio das grandes figuras. Foi uma lide completa do cavaleiro do Ilhéu com ferros de grande valor, contando também com a colaboração necessário do seu nobre oponente.

João Pamplona teve por diante o pior astado da corrida, um novilho de João Gaspar com 545k, que embora  bonito de hechuras foi manso de comportamento, descaindo desde cedo para terrenos de tábuas. O jovem do Posto Santo entendeu-o na perfeição e pôs a carne no assador com uma lide em crescendo, com ferros de mérito, destacando-se o último ferro em terrenos de compromisso, saindo sobre forte ovação.

As pegas estiveram a cargo de André Parreira à primeira, com os primeira e segundas ajudas a abrir, Miguel Pires à segunda, faltando na primeira tentativa mais mando na investida do toiro de João Gaspar e Nuno Pires numa boa pega ao primeiro intento, sem dificuldades de maior.

Ivan Fandiño lidou dois novilhos de Rego Botelho, que no conjunto dos quatro lidados cumpriram deixando-se lidar nos médios, sem querenças e todos eles com um galope extraordinário, a destoar o último da corrida que lhe faltava um tranco mais na saída do engano, voltando ao matador basco este apresentou-se entre nós com um toureio de empaque e sentimento que decerto o levará longe nesta carreira. Destaca-se duas séries de naturais no seu primeiro, que chegaram com força aos tendidos da Praça de Toiros Ilha Terceira. Fandiño deixou ambiente e vontade em ser revisto.

Foi assim a primeira das Sanjoaninas 2011.

Duarte Bettencourt

0 comentários: