maio 08, 2013

Enrique Ponce um toureiro de época

Fotografias com D.R.

Figura incontestável da tauromaquia mundial, toureiro de época, autêntica lenda viva do toureio, vem à Ilha Terceira incluído no cartel da corrida apeada da Feira de São João deste ano.
A trinta de Junho próximo o toureiro de Chivas fará o paseillo no ruedo angrense onde lidará toiros da ganadaria de Rego Botelho, alternando com os matadores de toiros Javier Castaño e Jimenéz Fortes.
Grande é a expectativa em torno da apresentação do Maestro Ponce na arena terceirense; que saem bravos os toiros e que Deus reparta a sorte.

Enrique Ponce nasceu em Chivas, Valência, a 8 de Dezembro de 1971 tendo como antecedentes taurinos as figuras de seu avô, Leandro Martinez, que foi em seu tempo bezerrista e do seu tio-avô Rafael Ponce "Rafaelillo", antigo matador de toiros valenciano. Mas foi o seu avô que lhe incutiu a aficion ao toureio, levando-lhe a tourear a primeira bezerra aos oito anos de idade. Aos dez anos sai pela porta grande de Valência após a lide de uma bezerra e ingressa na Escola Taurina de Valência. 
Perante a ausência de festejos na sua terra natal, ruma a Jaen para em 1986, aos 15 anos de idade, debutar de luces. Dois anos mais tarde debuta com picadores em Castellón a 9 de Março com novilhos de Bernardino Píriz. O nome Ponce sobressai por onde passa e em 1989 já lidera o escalafon novelheiril totalizando 59 novilhadas.

Enrique toma a alternativa em Valência a 16 de Março de 1990 das mãos de José Miguel Arroyo "Joselito", tendo como testemunha Miguel Báez "Litri", lidou na sua alternativa um toiro sobrero de Puerta Hermanos, de nome "Talentoso", número 21 e que pesou na balança 505 kg. Rafael de Paula a 30 de Setembro do mesmo ano confirma-lhe a alternativa em Madrid, sendo testemunha do acto o matador de toiros Luis Francisco Esplá.

Tarde importante foi a de 11 de Junho de 1992 na Corrida de Beneficência em Las Ventas, onde Enrique Ponce alternou com Manzanares e Ríncon na lide de toiros de Samuel Flores, saindo em ombros pela primeira vez pela porta grande. Foi a partir daqui que se iniciou a ascensão de Ponce ao trono do toureio apeado mundial.

Alcança a cifra de 120 corridas lidadas na temporada de 1995, menos uma que o recordista "El Cordobés". É o matador de toiros de toda a história com mais indultos concedidos, foram nada mais nada menos do que 39, até ao momento.
 
Muitos foram os triunfos deste toureiro,


dotado de uma capacidade lidadora que deixa toda a gente unânime em o classificar como um pedaço de toureio que marca uma época. Ponce não desarma e continua em verdadeira ascensão, um priviligiado e priviligiado vai ser com certeza aquele que adquirir uma entrada para a terceira corrida das Sanjoaninas deste ano, tendo a possibilidade de assistir ao seu majestoso toureio.

Duarte Bettencourt

0 comentários: