julho 04, 2015

Algumas considerações - Festival dos Capinhas


A edição do Festival dos Capinhas 2015 ficou uma vez mais envolta em polémica, em relação à atribuição dos prémios a concurso, polémica esta que seria escusada, se:
  •  A composição dos jurados do concurso fosse tornada pública e devidamente anunciada;

  • Fossem criados critérios de avaliação quanto ao desempenho do toiro na arena, toiro este que deve, em meu entender, ser apreciado em relação ao seu comportamento como toiro da corda. A estes critérios seriam atribuídos pontos, pontos estes que somados entre um jurado composto por elementos em número ímpar, atribuísse o prémio ao melhor toiro;

  • Os prémios atribuídos aos capinhas deviam-se subdividir em: sorte de guarda-sol, sorte a corpo limpo e sorte de capa. Não é possível avaliar, se um capinha é melhor que o outro, se por exemplo um desempenha na perfeição a sorte de guarda-sol e um outro que executa, nessa mesma perfeição, um passe a corpo limpo.

Tenham em consideração que a continuar como está, corremos o risco, que de ano para ano, a afluência de público seja cada vez menor, pondo em risco um espectáculo que é acima de tudo uma homenagem ao capinha, ao toiro da ilha e em geral à nossa Tourada à Corda.

Duarte Bettencourt

1 comentários: